Bistrô da Poesia
Deguste... poesia é o alimento da alma!!!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Morte: Dolorosa Ilusão

Ah, quão dolorosa pode ser uma ilusão... a morte o é! Separação temporária, libertação do espírito que causa tamanho sofrimento a quem fica do lado de cá, com a sensação de vazio infinita só pela idéia de que jamais teremos aquele ser amado para abraçar, beijar, conversar, trocar sensações.
Sim... o que nos deixa aflitos é a ausência física. Esta, com o passar do tempo, abranda-se, fica a saudade e as lembranças que mantém aqueles seres que se foram vivos... dentro de nós!
Resta-nos apenas a certeza de que Deus, em sua Perfeição, não iria jamais pôr termo à vida de maneira tão abrupta e rápida... portanto, o reencontro é inevitável, em algum momento, em algum lugar nesse universo infinito... nem que seja como poeirinhas do cosmo... 
Em algum lugar, a gente vai se reencontrar!!!
Até lá...

(para todos os meus que já se foram, com a certeza de que, um dia, a gente vai se abraçar de novo)
Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 02/11/2006
Alterado em 02/11/2006
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários