Bistrô da Poesia
Deguste... poesia é o alimento da alma!!!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


A Paz que eu necessito.

 
A procura incessante dessa paz,
Cujo verdadeiro significado desconheço,
Faz-me sentir, às vezes, incapaz,
De dar a essa busca o devido apreço.
 

Afinal, como definir a Paz?
Um sentimento ou um estado da alma?
Pode durar para sempre ou será etéreo,
Feita de momentos, sem perder a calma?
 

Qual a melhor maneira de prosseguir,
Nessa busca incessante e ingrata?
Acredito que o melhor caminho ainda seja,
Dar um verdadeiro sentido para essa palavra.
 
A paz é o verdadeiro estado da alma,
Quando acontece, nos eleva ao nirvana.
Não pode ser eterna, mas pode perdurar,
E nos elevar dessa nossa condição humana.
 

Desista, portanto, de tentar buscar,
Em lugares distantes, vazios, intocados.
A verdadeira paz não se esconde,
Precisamos apenas saber como a enxergar.
 

Dentro do meu Eu mais profundo,
Encontra-se a paz que eu necessito.
Nem distante, nem tão inacessível,
E pode me ajudar a melhorar o mundo.
 

 
23/09/2009


Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 20/10/2009
Alterado em 24/04/2010
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Áudios Relacionados:
A Paz que eu necessito - Akasha De Lioncourt


Comentários