Bistrô da Poesia
Deguste... poesia é o alimento da alma!!!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Ser Pai
                                      (ao meu pai)
 
Ser pai é desvendar nas fibras do coração,
O verdadeiro milagre da procriação.
Ser pai, é ter consigo uma paixão,
Que não se acaba, alimentada pela emoção.
Ser pai é transportar dentro do peito,
A sensação de estar fazendo o seu melhor.
Buscar a harmonia, e, do seu jeito,
Dar ao seu filho segurança, fé e amor.
Ser pai é ter sempre a certeza,
De que a missão jamais acaba.
Os filhos crescem, mas sempre necessitam
Da luz paterna que nunca se apaga.
Enfim, ser pai também pode ser,
O padecimento em pleno paraíso.
Mas a missão é nobre, só enriquece,
E será compensada por um lindo sorriso.
Ser pai é descobrir-se em outro ser,
Que leva consigo a essência e o prazer,
Por ter nascido em um berço abençoado,
E por seu pai ter sido muito bem criado.
Ser pai é doar-se infinitamente,
Sem medo de errar, pois é indiferente,
Aprendemos sempre uns com os outros.
E isso nos torna fortes, nos faz contentes.
Os primeiros passos, os primeiros erros,
São mais fáceis se ele estiver por perto.
Para, ao final, nos dizer com certeza,
Que todo o esforço sempre terá valido a pena.
Ser pai é ter a certeza de que para o seu filho,
Ele conseguiu fazer a diferença.
 
 
 
03/08/2009


Este poema integra a 13.ª Ciranda com o tema Dia dos Pais no site CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas Pela Paz.
Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 08/08/2009
Alterado em 09/08/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários