Bistrô da Poesia
Deguste... poesia é o alimento da alma!!!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Soneto da Desilusão

Hoje eu estive pensando,
Pensando nessa vida estranha,
Estranha, porque não a entendo,
Entendo apenas que por ela vivo...

Vivo, ou será que vegeto,
Vegeto nesse mundo de ilusões,
Ilusões que me lembram a você,
Você, meu amor, que me deixou...

Deixou aquela que sempre o amou,
Amou com todas as forças,
Forças que não possuo mais.

Mais, mais e mais chorei,
Chorei, porque te perdi,
Perdi, porque te amei demais!


(Escrevi esse soneto aos 16 anos... eu já era romântica nessa época... 1987...)

Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 25/05/2006
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Áudios Relacionados:
Soneto da Desilusão - Akasha De Lioncourt


Comentários