Bistrô da Poesia
Deguste... poesia é o alimento da alma!!!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Notívaga

 
Venho do meio do nada, rumo a lugar algum.

Assim como o vento que sem direção,

Desencadeia a tempestade que assombra meu coração.

Vagueio na noite, durmo de dia,

Desencanto meu sonho, amplio minha poesia...

Notívaga, insana...

Em busca do que há de mais noturno...

Lá no vazio que não tem mais fim...

Retorno, cansada,

E já não tenho mais medo... enfim!

 
 
15/05/2009


Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 15/05/2009
Alterado em 19/06/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários