Bistrô da Poesia
Deguste... poesia é o alimento da alma!!!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Despertar

 

 

Gosto de olhar enquanto dormes.

Deslizar meu olhar pelos teus lábios.

Desenhar cada curva do seu rosto,

E beijar-lo sem sair do imaginário.

 

Seu sono é tão tranqüilo e tão gostoso,

Que deslizo minha mão pelo seu corpo.

Acaricio seu peito, bem de leve,

E sinto-o aconchegar-se com meu toque.

 

Adoro observá-lo respirando,

Tranqüilo, calmo, ressonando.

Me dá uma vontade doida de beijá-lo

E acordá-lo de uma vez com esse beijo.

 

Ah, como é bom tê-lo aqui ao meu lado,

Sentir seu corpo bem junto ao meu.

Saber que está aqui, com sua amada,

Poder tocá-lo sempre, pois é meu!

 

Então, deixo-o entregue aos seus sonhos,

Que espero, sejam todos muito leves.

E, quando acordar, que esteja sempre,

Disposto a começar tudo outra vez.

 

13/09/2002

Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 05/06/2008
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários