Bistrô da Poesia
Deguste... poesia é o alimento da alma!!!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


O Último Vôo  


Tal e qual uma gaivota,
Rumo ao espaço infinito,
Voa, esse lindo menino,
Com asas leves e um sorriso.
Seu caminho cercado de flores,
Por vezes esbarrou em espinhos,
Forte, mesmo em sua fragilidade,
Deu-nos uma lição de sensibilidade.
Vá, Iohan, segue teu destino,
Volta aos braços do Pai que o espera,
Voa, nos braços dessa quimera.
Um dia, certamente, há de retornar,
Ou, quem sabe, eu mesma hei de partir.
Certa é a certeza de o reencontrar.

08/10/2007 - 01:03 horas.


Minha singela homenagem a um anjo que partiu, nosso querido Iohan Monroe. Agora ele está entre os seus iguais, anjos celestes.

Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 26/11/2007
Alterado em 01/07/2009
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários