Bistrô da Poesia
Deguste... poesia é o alimento da alma!!!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Justiça: só a de Deus!
 
 
Não acredito mais na justiça no Brasil. Ela não representa a vontade das pessoas de bem, que lutam no dia a dia por uma vida melhor. Temos uma legislação arcaica, feita por leigos que é branda demais com o infrator e pune o inocente, a vítima, que vê, na maioria das vezes, o crime ser tratado como mercadoria que se libera com uma fiança.
Somos reféns dentro de nossas casas, as famílias se blindam com alarmes, grades, circuitos de vídeo internos, na esperança de sentir um pouco de segurança mas a grande verdade é que somos prisioneiros da impunidade. Essa impunidade que assola famílias e nos tira a paz. Crianças que não podem mais andar sozinhas na calçada de casa sem risco de sequestro por seres abjetos que se alimentam da inocência da tenra idade.
Não acredito na justiça porque ela não me protege, e não acredito no Estado que não faz nada para mudar essa situação. Legisladores que não atuam, executivos que não dão alicerce aos agentes de segurança para trabalhar com mais eficácia, educação sucateada, saúde relegada a segundo plano. Esse é o Brasil que não quero defender.
 
novembro de 2013.
Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 24/11/2013
Alterado em 31/07/2014

Música: Epitáfio - Titãs

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários