Bistrô da Poesia
Deguste... poesia é o alimento da alma!!!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


                              Foto feita pelo papai Maurício Sato

Minha Malu Gatinha


Há alguns poucos anos,
Deus me deu um presente divino,
Ele me trouxe a doce Malu,
Pequeno bebê na forma de um felino.

Quando ela se aconchegou em meu seio,
Aqueceu-me e deixei de ser sozinha,
Eu, que por eles detinha certo receio,
Rendi-me completamente à doçura dessa gatinha.

Malu me ensinou a amar,
Sem qualquer tipo de retorno esperar.
Esse é o sentimento incondicional,
Que caracteriza o verdadeiro amor fraternal.

Doce, meiga, cheirosa e delicada,
Essa é a minha felina, tão educada.
Esconde a unhas para não me arranhar,
E não abre mão de sempre vir brincar.

Malu faz parte do meu dia-a-dia,
Minha companheira, o tempo todo presente.
Sempre me fazendo companhia,
Torna minha vida mais contente.

Agradeço a Deus, a benção recebida.
Aprender a amar esses pequenos animais.
Quem não consegue conceber esse amor em sua vida,
Não conhecerá a completude jamais.

23/11/2009

(Esse poema integra a Roda Poética do site CAPPAZ - Confraria dos Artistas e Poetas pela Paz)
Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 26/11/2009
Alterado em 28/11/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários