Bistrô da Poesia
Deguste... poesia é o alimento da alma!!!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Desejo de Natal
 
 
Todo ano no Natal, ela se prepara para um balanço geral. Avaliar seu ano, seus atos, suas vitórias e os obstáculos vencidos. Aprende com cada erro para não repetí-lo. E faz tudo isso numa conversa franca com o aniversariante: Cristo. Na verdade, ela sempre faz isso. Deita na cama, apaga as luzes, fecha os olhos e de maneira singela e franca expõe suas dúvidas e medos numa conversa informal com o Pai. Seu costume sempre rende bons frutos e geralmente acorda pela manhã mais aliviada pois a inspiração para seu dia foi recebida durante o sono, ainda que ela não lembre o que sonhou, mas no Natal, ah, ela prefere reavaliar tudo e pensar no real sentido dessa festa em que se lembra da comida, da bebida, dos presentes e do Papai Noel mas nem sempre traz no seu contexto a devida homenagem ao filho do Pai que nasceu. E, para variar um pouquinho, justo ela que há muito não pede mas agradece todos os dias por estar viva e por todo o aprendizado que tem recebido nos anos que se sucedem, resolveu fazer um pedido especial de Natal este ano: Que as pessoas se preocupem menos com as pompas e o luxo das festas natalinas para se ocuparem de enriquecer sua alma, praticando o amor infinito e a caridade que Jesus nos ensinou durante todo o tempo em que por aqui esteve. Esse sim é o verdadeiro tesouro que levaremos conosco aonde quer que estejamos.
 
Que sua vida seja repleta de renascimento em Cristo, com muito Amor, respeito por si e por todas as pessoas, disciplina para manter-se no caminho correto e principalmente Fé, que é o sentimento que mais tem faltado nos corações humanos!
 
Feliz Natal, com muito carinho!

 
 
24/12/2008


Akasha De Lioncourt
Enviado por Akasha De Lioncourt em 24/12/2008
Alterado em 24/12/2009
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários